LeituraOriental[Review] Claymore

Claymore (2007)
  • Avatar do Utilizador
Favoritos: 0
Visualizações: 1387
#302915
Imagem

Claymore
Tipo: Série
Episódios: 26
Ano de lançamento: 2007
Género: Aventura, Drama e Fantasia
Adaptação: Manga
Estúdio: Madhouse
Faixa etária recomendada: +13
Trailer: YouTube
Mais informações: AniDB | MyAnimeList
Tópico do projeto: Série
ImagemImagem
Imagem

Vou iniciar esta review de forma diferente das outras que escrevi. Não vou analisar primeiro o argumento nem vou introduzir uma sinopse de Claymore. Vou passar directo para a parte técnica da série.

Claymore é a adaptação em série que mais me impressionou até hoje na parte técnica. O anime é sublime, a animação é soberba. É como se assistíssemos a um Wonderful Days, OVAs de Kenshin ou Mononoke Hime em 26 episódios. Diferente, entretanto, de outras séries notáveis na parte técnica, tal como Soul Taker. Mas Claymore tem mais, muito mais a oferecer. A parte técnica está aqui a serviço do argumento, não o contrário. O deslumbre audiovisual e a introspecção que isso provoca estão garantidas.


Imagem
Imagem
Claymore é baseada numa manga de Norihiro Yagi, veterano que contava com uma excelente obra humorística, já com quase dez anos de publicação: Angel Densetsu. A manga de Claymore começou a ser publicada em 2001,e a arte da manga, por mais absurdo que pareça, consegue ser em certos momentos mais impactante que a do anime (e acredita, isso é um marco impressionante). Para além disso, Claymore guarda semelhanças extensas com outra obra muito querida do público fã de mangas de fantasia, Berserk.

Que semelhanças são essas, perguntas? O design dos monstros e a sua opulência, o facto da personagem principal perder um braço e o substituir com uma "arma", o clima opressivo, o tipo de companheirismo entre a protagonista e o seu grupo. Mas, espera aí, isso não seria plágio? Não, são homenagens. A história de Claymore é boa e forte o suficiente para se sustentar por si só, sem sombra de dúvida alguma.


Claymores, cujo nome foi dado pelos populares, já que elas carregam gigantescas espadas do tipo claymore, são mulheres que receberam no seu corpo entranhas/sangue de yomas, demónios que assolam e devoram a população desde tempos imemoriais. São as únicas capazes de distinguir um yoma disfarçado de humano de um homem comum, devido à habilidade que possuem de sentir o youki, energia maligna que emana de um yoma, e usar o seu próprio youki para ganhar força e agilidade sobre-humana. Dentro da sua organização, são treinadas desde novas para o desapego, e obedecem sem questionar muito. As miúdas são escolhidas ou acolhidas por essa organização entre órfãos e outras vítimas de situações variadas. A vida de uma Claymore é uma luta constante para não despertar, já que sendo metade humanas, metade yoma, caso usem o poder em demasia, podem acabar por se transformar por completo. Quando elas pressentem que tal facto está próximo de ocorrer, enviam uma "carta negra" para outra companheira, para que essa ponha um fim à sua vida. Devido a essa razão, a carreira de uma Claymore é sempre curta, durando poucos anos, isto se não for derrubada em batalha.




Imagem

Imagem
A série revolve em torno de Clare, uma Claymore que chega a uma cidade e é hostilizada. Todas as Claymores são objeto de temor pelo povo, já que para além de serem meio yomas, cobram quantias altíssimas para livrar a população dos predadores, valores transferidos para os cofres da organização. Uma vez lá, conhece o jovem Raki, que perdeu os seus pais para o yoma que atacou a cidade. O miúdo ganha a simpatia de Clare, uma vez que não demonstra temor em relação a ela. Após a morte do alvo, Raki é expulso da cidade e Clare termina por acolhê-lo. Os dois partem numa jornada, acção aparentemente ilógica da parte dela, ao permitir que um mero humano esteja ao seu lado, alguém incapaz de se defender de um yoma, sendo ela uma Claymore.

Revelar mais do que isto estragaria o prazer de descobrir o que vem depois. Muitos mistérios são adicionados no decorrer da série, mas perguntas como "porque é que as Claymores são apenas mulheres" e "que raio de organização é esta e quais as suas intenções" serão feitas quase de imediato e, dada à qualidade da pena :pen_fountain: do autor, sinalizam respostas surpreendentes.

O argumento cresce exponencialmente. Personagens com carisma colossal são adicionados, e já a partir do oitavo episódio fica impossível abandonar a série. A dramaticidade das situações é opressiva, e a direcção é impecável.
A série é bastante fiel ao manga, mas melhora e apara arestas deste, tornando a experiência ainda mais recompensadora. Episódios como o 12, 19 e 22 são tão, mas tão intensos que ficam marcados a carvão e fogo na mente.


Portanto... será Claymore perfeito? Quase! Confesso que acreditava, tendo visto até ao episódio 23, que esta seria digna de um 100% com louvores. Mas uma semelhança que ela divide com Berserk e a maneira como os produtores do anime resolveram encarar isso eliminou essa possibilidade. Claymore era uma manga ainda em publicação quando o anime foi produzido. E assim como na obra de Kentaro Miura, o que se vê no anime é apenas a ponta do iceberg da história original (e que iceberg!).

Diferente de Berserk, a equipa de Claymore resolveu criar um final alternativo. Vou colocar o meu pescoço a prémio, mas digo que preferia um final na linha da série de Berserk, ou seja, um desfecho em aberto. Para nós em terras lusas, na altura em que Berserk foi lançado, o acesso a scans da manga era bem mais difícil, hoje já não causa tanto desespero um final desta natureza, podemos facilmente continuar a acompanhar a história pela manga (não quero com isto dizer que se essa situação desfavorável perdurasse que a minha opinião fosse mudar). Um final em aberto evitaria também o desvirtuamento de uma das personagens ou soluções forçadas apenas para fechar o anime. Portanto, posso finalizar dizendo que até ao episódio 22, daria uma pontuação de 100% com toda a certeza.


Um anime ímpar, raro, que todo o fã de fantasia está à espera de ver há bastante tempo, com personagens construídos em várias camadas, absolutamente coerentes e apaixonantes, de dramas tocantes e conflitos tensos que afetam o espectador de maneira inesperada. É um daqueles animes que nos converte em otakus. :japanese_ogre: Se ainda não o viste, não percas mais tempo!


Pontuação :game_die: :game_die:

Enredo: :nine::six:
Personagens: :nine::eight:
Visual: :nine::six:
Som: :nine::four:

Global: :nine::six:
buzzzz, Demo  agradeceram

Entra na tua conta e participa com outros malucos como tu!

Precisas de ter conta para responder

[Info] Jogos e Concursos

https://i.imgur.com/4L4pzy5.png Deixo abaix[…]

Eu não sei como fazer isso. Além do mais, ele […]

boas pessoal onde posso ver o anime ou descarregar

☠︎︎ TÓPICO BLOQUEADO E MOVIDO ☠︎︎